terça-feira, 31 de julho de 2012


Doméstico, alimento ou produto? - PARTE 2

4
Na parte 1 vimos o mundo por dentro da Indústria de Peles, se você não viu, veja aqui

  • A Indústria Alimentícia
Como é produzido o alimento antes de ir parar em nosso prato?
Com certeza teve algum momento em que você viu cenas de abate e se chocou.
Depois de uma cena dessas muita coisa passa pela nossa mente: "ah isso é fora do nosso país, não deve acontecer aqui...", "nossa, que dó", " filhos da puta!!!!", "e se eu for vegetariano?!"...
A questão é: será que realmente vale a pena ser ou se tornar vegetariano sendo que tudo vem ou deriva dos animais? Sim porque tudo o que compramos, utilizamos ou ingerimos está ligado a eles...

Posso citar vários exemplos: Produtos domésticos; Vai me dizer que você não usa Shampoo? Para ver se realmente seus olhos não vão ficar irritados caso entre um pouco na hora do banho é feito um teste minucioso nos olhos de animais. Coelhos no caso.
Os medicamentos que você usa para se curar de alguma doença ou para preveni-la foi primeiramente testada seu real efeito em ratos de laboratório onde, primeiramente eles os forçam a desenvolver a doença para depois criar o que vai curá-los.
Experimentos que é claro, resultou em inúmeras mortes até se conseguir o resultado esperado.

Tudo isso é muito complexo, não dá para fugir de tudo, porém evitar ao máximo é possível. Vivemos em um mundo onde o forte mata o fraco e se dá bem quem sobrevive.

Aqui você pode ver bem como um animal é aproveitado de todas as maneiras possíveis:




Nesse documentário é possível se aprofundar sobre essa questão e se chocar também. Por favor tenha tempo e assista realmente. PARA ADICIONAR A LEGENDA BASTA CLICAR NO VÍDEO E "CC".




Créditos da imagem e vídeo ao site: http://www.issoebizarro.xpg.com.br

4 comentários:

  1. Tudo bem, mas eu sou vegetariana, e nada vai me fazer voltar a comer carne! ><
    beijoos

    http://euemeujardimsecreto.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Pelo menos, aproveitar tudo do animal tem seu lado bom: Já que ele não viveu quase nada, teve uma vida horrível e ainda sofreu muito no final, tem que aproveitar o que não comer. Mas, tem outras saídas! Eu acho que não há quase nada que não dê para substituir por produtos orgânicos, vindos somente da natureza.

    ResponderExcluir
  3. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  4. É realmente o passado da cultura que nos cerca são de seres humanos ipoquitras e gananciosos, matadores circos zoológicos tem apenas uma meta o dinheiro, a vida de um ser vivo não significa nada são apenas os centavo que eles carregam em seu bolso. Uma vida presa condenada ao sofrimento e um fim doloroso por apenas dinheiro... Acho que vou virar vegetariano agora !! não consegui ver a parte do cachorrinho vivo sendo esmagado pela compactadora, uma vida como um lixo qualquer. Brunih gostei do documentário e do blog continue assim!!!

    ResponderExcluir